quinta-feira, 4 de setembro de 2008

O padeiro canibal

A idéia de assar pão em formatos de partes humanas ocorreu a Kittiwat Unarrom, um escultor fracassado da Tailândia, ao assistir o filme Hannibal. Unarrom aparentemente achou que as pessoas gostaria de comprar pães crocantes e fresquinhos que parecem-se com braços, mãos, cabeças e dedos destroçados e mutilados. O homem convenceu seu pai, dono da padaria, a tornar o seu investimento mais lucrativo, diversificado e divertido.
A princípio, os moradores da região acharam repugnante a aparência dos pães. Mas assim que provaram a iguaria, as vendas na padoca do pai de Unarrom cresceram bastante. O estudante já exporta os pães para os Estados Unidos, Canadá e Austrália. Nesses países, a receita de Unarrom foi um sucesso nas comemorações do Dia das Bruxas.



Vi aqui

Um comentário:

SeiKa disse...

Adoro massas, mas essas não abriram muito minha apetite... ai,ai... nada como o bom e velho pão de fôrma!
Mas muito talentoso esse padeiro. E bastante convincentes seus pãezinhos (=

Beijos