quinta-feira, 6 de novembro de 2008

Cigarro líquido

Uma empresa holandesa desenvolveu uma bebida que está dando o que falar na Europa. É um líquido que cria a mesma sensação de calma e relaxamento que o cigarro provoca.
Segundo a empresa, o Liquid Smoking tem como público-alvo, pessoas que estão em ambientes onde o fumo é proibido.

O United Drinks and Beauty Corporation, fornecedor da bebida, espera que sua venda seja iniciada uma semana antes do Natal. No entanto, os grupos anti-tabaco já temem que a bebida venha a promover alguma toxicodependência. A empresa, por outro lado, se defende alegando que a bebida não recebe adição de nicotina, mas sim uma potente mistura de raízes de plantas Sulafricanas, que vem sendo usada desde o século XIV pelos bosquímano (habitantes de uma tribo africana).

Outro ponto polêmico está no fato de não haver limitação de idade para comprá-la, embora os fabricantes afirmem que ela não deveria ser comercializada para menores de 15 anos. O CEO da United Drinks declarou ao Jornal Daily Mail, que a empresa está aguardando a liberação das autoridades sanitárias para começar a distribuição do produto na Holanda. "O produto que desenvolvemos tem propriedades semelhantes à nicotina, por isso estamos tentando ajudar as pessoas que estão proibidas de fumar. Elas poderão beber, ao invés de fumar um cigarro para saciar seu desejo. É uma bebida relaxante, que dá uma sensação semelhante à do fumo. Inicialmente você obtém um pouco de estímulo que faz você ficar mais alerta e, em seguida, uma sensação de tranquilidade."






Visto e copiado Daqui

3 comentários:

Dani - Verde Novo disse...

Que tristeza...
A energia e inteligencia humana quando não canalizadas para o bem, criam essas coisas! Totalmente CONTRA!

Alexandre Florez disse...

Bueno! Nada contra uma pitada num bom palheiro com fumo de corda do tipo "maçambique". Mas, imagina só a quantidade desse "guaraná de nicotina" que um usuário de fumo crioulo teria de ingerir pra satisfazer-se!!!

Andrea Guim disse...

Hum... Nâo acredito que isto seja "saudável", não... Mesmo as pastilhas médicinais anti-tabagismo são perigosas! Além de que, eu, que fumo, digo, não há bebida que vá substituir a dependência química e psicológica do cigarro...